Corpo Vivo – Carrossel das Espécies DE IVALDO BERTAZZO


a TENDÊNCIA DOS espetáculos é Virar Musical?

Possa ser!

Mas para isso é importante fazer que o mesmo tenha todo uma concepção do mesmo.

Mas se eu quiser um espetáculo com metodologia livre de movimentação e com trechos harmonicos vocais de canto, interpretação e fala em meios a diálogos ainda sim tenho um musical?

Não! Você não tem um Musical.

você tem um espetáculo do gênero livre e com uma proposta dentro de sua visão sobre determinado assunto e tome  o cuidado para que o assunto não seja tão logo e tão cheio de dedos que no final você se pergunta o que foi a mensagem? Se você não sabe, pergunte ao diretor.

IVALDO BERTAZZO é um ser extremamente inteligente, criativo e cheio de força e com um capacidade incrível de explorar as funções de um corpo que mexe.

Porém, como todo artista não tem obrigatoriedade de sempre fazer um espetáculo perfeito e todo acertado.

O carrossel das Espécies é interessantes em momentos.

Começa bem e com trilhas que ao mesmo tempo te impressiona e ao mesmo tempo faz você pensar: aff, vou pegar um café e já volto!

Os figurinos são legais e atingem a proposta enquanto musica e concepção, porém podia ser melhor estuda as texturas.

SESC como toda a sua rede possui uma infra-estrutura impecável enquanto som, luz e cadeiras. Até mesmo equipe e atenção. Parabéns, a quem organiza o SESC BELENZINHO maravilhoso em tudo.

Voltando ao espetáculo, ele cansa e faz você querer ver outra coisa em meio do mesmo.

Alguns momentos ótimos, como a mistura do indiano com musica folclórico brasileiro. Aos pássaros, lindo!

O ator protagonista Rubens Caribé estava impecável com um tempo musical e comediante nato.

Já a mezzo soprana Regina Elena Mesquita, ainda precisa de um toque dramaturgo, assim sendo direção e performance. E  de uma busca melhor enquanto atriz, cantora. Apesar que infelicidade das canções não serias culpa dela.

O espetáculo é interessante sim, porém muito longe de ser o melhor espetáculo de Ivaldo.

Mas ninguém é perfeito.

Parabéns aos bailarinos… Jovens, talentosos e afinados. Só Não percam o foco enquanto bailarinos o clássico como o feijão e arroz.

Sem Nota!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: